Rituais

Rituais da SUM na Festa de Nosso Senhor dos Passos

A Sociedade União dos Mineiros realiza alguns rituais tradicionais durante a Festa de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos- Padroeiro dos Garimpeiros de Lençóis para marcar os momentos mais importantes da programação. Confira:

Bandeirinhas: São feitas a partir do mês de outubro pelos sócios e voluntários da SUM para serem distribuídas na alvorada dos garimpeiros, na madrugada do dia 1 de fevereiro. Confeccionadas em papel de seda, têm o recorte especial de uma enxada e são coladas em varetas de malva de garimpeiro – uma planta encontrada na serra.

Cortejo das Baianas –   23 de janeiro 15h. O grupo de Baianas de Lençóis se reúne na SUM e de lá sai em cortejo com a Phylarmônica Lyra Popular de Lençóis para a lavagem do adro e escadaria da Igreja de Senhor dos Passos.

Troca da roupa de Senhor dos Passos – 31 de janeiro, 22h. Após a missa da noite dos artistas, alguns sócios homens mais antigos da SUM se reúnem na igreja de Senhor dos Passos, com as portas fechadas, para a troca da roupa da imagem de Senhor dos Passos. É um momento solene e reservado que simboliza na nova roupa, o ano novo dos lençoenses.

Churrasquinho do garimpeiro – Dia 31 de janeiro, 23h. Os sócios da SUM preparam o tradicional churrasquinho – um prato típico da culinária local – para servir aos homens da entidade que irão decorar as ruas durante a madrugada.

Decoração das ruas na madrugada de 1º de fevereiro – sócios da SUM e voluntários enfeitam as ruas com cordões de bandeirolas para a alvorada dos garimpeiros e para a procissão de Senhor dos Passos.

Alvorada dos garimpeiros – Dia 01 de fevereiro, 5h. É o momento de despertar a comunidade com fogos e música. Sócios da SUM se encontram na frente da Igreja de Senhor dos Passos e de lá saem em passeata ao som da Phylarmônica Lyra Popular de Lençóis pelas ruas do centro histórico. A Canção do Garimpeiro é a música mais tocada, e toca fundo na alma lençoense. As bandeirinhas são distribuídas aos que vão se juntando à passeata. Muitos moradores abrem suas janelas para ver o cortejo passar e receber a sua bandeirinha.

Discurso do orador da SUM – Dia 01 de fevereiro, 6h30. A alvorada dos garimpeiros termina em frente à sede da SUM, na Avenida Sete de Setembro com o discurso do orador da sociedade em agradecimento aos presentes e em especial à Phylarmônica Lyra Popular de Lençóis, a entidade irmã da SUM. Pessoas de projeção costumam tomar a palavra e fazer discursos emocionados.

Cortejo da Noite dos Garimpeiros- 01 de fevereiro, 19h – A Phylarmônica Lyra Popular de Lençóis com os seus músicos em traje de gala chega na sede da SUM tocando a Canção do Garimpeiro. Os sócios da SUM, com suas capas roxas, se posicionam à frente da Lyra portando o estandarte, o símbolo da SUM e a réplica de uma onça em tecido que é carregada por dois sócios, e todos seguem para a igreja de Senhor dos Passos. Ao final da missa, o mesmo cortejo é formado de volta para a sede da SUM.  A onça simboliza o sucesso da Noite dos Garimpeiros, pois significa que a onça foi capturada e ´não comeu a noite´.

Cortejo para a missa campal e procissão. 02 de fevereiro, 9h e 16h. Os sócios diretores da SUM vestidos com suas capas roxas e acompanhados da Lyra Phylarmônica de Lençóis fazem um cortejo até a casa do(a) prefeito(a), que é o presidente de honra da festa, para levá-lo(a) para a missa campal. Ao final da missa, o mesmo cortejo é formado de volta para a casa do(a) prefeito(a). À tarde, por volta das 16h, o mesmo ritual é cumprido para conduzir o(a) prefeito(a) para a procissão, e após essa, para o retorno a sua casa, e de lá se encerra na SUM.

Benção em sufrágio da alma dos garimpeiros falecidos. Dia 03/02 9h. A Sociedade União dos Mineiros reúne os seus associados e convidados para a benção em sufrágio da alma dos garimpeiros falecidos. Com este ato, a SUM encerra mais um ciclo de devoção a Senhor dos Passos e retorna às suas atividades cotidianas em defesa da memória garimpeira de Lençóis e da devoção ao seu Patrono.

Entre em contato conosco através do formulário abaixo!

Realização

Apoio financeiro