Galeria

Fotografia – A Festa mostra a riqueza cultural de Lençóis. Apresentamos aqui, uma amostra do olhar dos fotógrafos Clovis Macedo, Tiãozinho, Açony Jr, Renata Reis, e Zé Henrique Freire

Documentários – O projeto Festa de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos – Padroeiro dos Garimpeiros de Lençóis possibilitou a produção de um vasto material audiovisual sobre a Festa, a cultura popular de Lençóis e a memória garimpeira.

GARIMPEIROS DAS ESTRELAS: Em vida, estavam em busca dos diamantes escondidos nas serras de Lençóis. Hoje, garimpam as estrelas do céu:

Tuta – foi membro da comissão de sindicância da SUM e ocupou o cargo com muita honradez, sempre zeloso dos estatutos da sociedade. Era muito exigente e por isso os seus pareceres eram muito respeitados. 

Zezinho Poeta – como diz o nome pelo qual ficou conhecido em Lençóis, era um poeta nato e tinha na SUM o seu palco predileto, sempre declamando os seus versos. Era um homem muito simples, mas muito cortês. Na SUM, sua principal ocupação era a preparação das bandeirinhas, cabendo a ele o corte preciso do papel de seda.

Cori – foi um sócio assíduo nas reuniões e nas contribuições à SUM, nunca se valendo da condição de sócio para requerer qualquer benefício. Se dedicou muito ao corte das varetas das bandeirinhas e fazia isso usando o traje típico do garimpeiro – a calça de algodão cru. 

Cícero – nasceu no dia 02 de fevereiro de 1927, no dia em que se comemora Senhor dos Passos, em Lençóis, e no ano em que nascia a SUM. Essas duas coincidências fizeram dele um devoto ardoroso de Senhor dos Passos e um sócio muito dedicado. Sua principal ocupação na SUM era como zelador da Igreja de Senhor dos Passos.

Clovis Macedo

Tiãozinho

Entre em contato conosco através do formulário abaixo!

Realização

Apoio financeiro